Processos para Avaliação da Conformidade

Entenda como funciona a avaliação de produtos e sistemas de gestão da qualidade

1. Solicitação

A Empresa manifesta seu interesse na avaliação da conformidade de produtos enviando ao CCB - Certificação um formulário de solicitação preenchido.
O CCB - Certificação procede a análise interna da solicitação enviada pela empresa e determina a viabilidade da avaliação, emitindo um orçamento.
A empresa analisa o orçamento e opta por prosseguir ou não o processo.
Ao prosseguir o processo um contrato entre a empresa e o CCB - Certificação é assinado.
Nesta etapa o fornecimento de todas as informações solicitadas sobre a empresa, os processos de fabricação, catálogos, memoriais descritivos e as normas técnicas aplicáveis são fundamentais.

Modelo 4: seguem as etapas de 3 a 9
Modelo 5: seguem as etapas de 2 a 9

2. Processo de Auditoria

O plano, objetivos, escopo e critérios de auditoria são definidos assim como a seleção da equipe auditora e determinação do tempo de auditoria.
A Auditoria de Concessão é realizada na unidade fabril, após a assinatura do contrato e em data acordada entre o cliente e o CCB - Certificação.
Na auditoria de concessão será utilizado uma lista de verificação (Check List) que contém os itens a serem avaliados de acordo as normas e portarias vigentes.
Possíveis não conformidades identificadas durante a auditoria deverão ter ações corretivas propostas e evidências da implementação destas ações dentro de prazos pré-estabelecidos.

3. Amostragem

Na fase da concessão os ensaios deverão ser realizados de acordo com a norma do produto até obter uma amostragem aprovada.
Estas amostragens são realizadas no comércio e a quantidade de lotes amostrados segue o estabelecido nos regulamentos de avaliação da conformidade e procedimentos internos do CCB - Certificação.
Possíveis não conformidades identificadas durante a auditoria deverão ter ações corretivas propostas e evidências da implementação destas ações dentro de prazos pré-estabelecidos.

4. Ensaios Laboratoriais

Os ensaios são realizados por laboratórios acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro e/ou qualificados pelo CCB - Certificação.
O laboratório realiza os ensaios definidos pelo CCB - Certificação e nos regulamentos de avaliação da conformidade, conforme previsto nas normas de referência.

5. Concessão

Após a implementação das ações propostas e a análise do processo, a Superintendente do CCB - Certificação decide* sobre a concessão do certificado.
Após a aprovação final será emitido um certificado de conformidade do produto, com validade de 03 (três) anos, e uma carta de concessão.
*Caso seja tomada a decisão de não concessão o CCB - Certificação informa ao cliente as razões para a decisão.

6. Manutenção

Durante a vigência do certificado, o CCB - Certificação realizará o acompanhamento através de auditorias de manutenção e realização de ensaios laboratoriais dentro de prazos estabelecidos nos regulamentos de avaliação da conformidade e procedimentos internos do CCB - Certificação.
Possíveis não conformidades identificadas deverão ter ações corretivas propostas e evidências da implementação dentro de prazos pré-estabelecidos.

7. Renovação

A renovação se dará desde que o cliente não manifeste interesse na descontinuidade do processo de avaliação da conformidade do produto.
A auditoria e amostragem de recertificação são planejadas e realizadas para avaliar a continuação do atendimento aos requisitos do processo.

8. Expansão do Escopo

Quando o cliente solicitar uma expansão do escopo, o CCB - Certificação realiza uma análise crítica da solicitação e determina quaisquer atividades de auditorias e ensaios necessárias para decidir se a expansão pode ou não ser concedida.

9. Suspensão, Restauração, Cancelamento ou Redução do Escopo

A suspensão do processo acontece em situações onde por exemplo: há não conformidades sem evidências de tratamento ou sem respostas dentro dos prazos estabelecidos pelo CCB - Certificação; uso indevido do certificado e logomarcas; não cumprimento das cláusulas do contrato; ou solicitação voluntária do cliente.
Durante a suspensão, a certificação do cliente permanecerá temporariamente inválida.
O CCB - Certificação irá restaurar a certificação suspensa quando o motivo que levou a suspensão tiver sido resolvido, mediante apresentação das evidências de implementação das correções e ações corretivas que motivaram a suspensão (se aplicável), realização de auditoria, ensaios, quando necessário, e análise da documentação e decisão.
O prazo máximo de suspensão é de seis meses. A falha na resolução dos problemas que ocasionaram a suspensão, no prazo definido pelo CCB - Certificação resulta no cancelamento ou na redução do escopo da avaliação da conformidade.

10. Custos do Processo

Os custos para a avaliação da conformidade de produtos deverão ser consultados através do telefone (19) 3545-9090 ou pelo e-mail: certificacao@ccb.org.br

11. Informações

Para mais informações sobre a Certificação de Produtos, entre em contato conosco.

Revisão: Setembro de 2016

Versão para Impressão

1. Solicitação

A empresa manifesta seu interesse na certificação do Sistema de Gestão da Qualidade (ABNT NBR ISO 9001) enviando ao CCB - Certificação um formulário de solicitação preenchido.
O CCB - Certificação procede a análise interna da solicitação enviada pela empresa e determina a viabilidade da certificação, emitindo um orçamento.
A empresa analisa o orçamento e opta por prosseguir ou não o processo.
Ao prosseguir o processo um contrato entre a empresa e o CCB - Certificação é assinado.
Nesta etapa o fornecimento de todas as informações solicitadas sobre a empresa, os processos de fabricação, catálogos, memoriais descritivos e as normas técnicas aplicáveis são fundamentais.

2. Processo de Auditoria

O programa, plano, objetivos, escopo e critérios de auditoria são definidos assim como a seleção da equipe auditora e determinação do tempo de auditoria.
A Auditoria Inicial é realizada em duas fases na unidade fabril.
Na Fase 1 é realizada a análise documental da empresa e sua preparação para a Fase 2, como as condições específicas da planta do cliente, análise da situação e compreensão quanto aos requisitos da norma e obtenção de informações necessárias quanto ao escopo do SGQ.
A Fase 2 é realizada na unidade fabril por processos e são verificados todos os requisitos da ABNT NBR ISO 9001. É avaliado a implementação e eficácia do SGQ do cliente.
Possíveis não conformidades identificadas durante a Fase 2 deverão ter ações corretivas propostas e evidências da implementação destas ações dentro de prazos pré-estabelecidos.

3. Concessão

Após a implementação das ações propostas e a análise do processo, a Superintendente do CCB - Certificação decide* sobre a concessão do certificado.
Após a aprovação final será emitido um certificado de conformidade do Sistema de Gestão da Qualidade, com validade de 03 (três) anos, e uma carta de concessão.
*Caso seja tomada a decisão de não conceder a certificação o CCB - Certificação informa ao cliente as razões para a decisão.

4. Manutenção

Durante a vigência do certificado, o CCB - Certificação realizará o acompanhamento da implementação do Sistema de Gestão da Qualidade na empresa através de auditorias de manutenção dentro de prazos estabelecidos nas regras específicas da certificação de Sistema de Gestão da Qualidade.
Possíveis não conformidades identificadas deverão ter ações corretivas propostas e evidências da implementação dentro de prazos pré-estabelecidos.

5. Renovação

A recertificação se dará desde que o cliente não manifeste interesse na descontinuidade da certificação do SGQ.
A auditoria de recertificação é planejada e realizada para avaliar a continuação do atendimento a todos os requisitos da norma de SGQ, confirmando a conformidade e a eficácia contínuas do SGQ como um todo, e a sua contínua relevância e aplicabilidade ao escopo de certificação.

6. Expansão do Escopo de Certificação

Quando o cliente solicitar uma expansão do escopo de SGQ já certificado, o CCB - Certificação realiza uma análise crítica da solicitação e determina quaisquer atividades de auditorias necessárias para decidir se a expansão pode ou não ser concedida.

7. Suspensão, Restauração, Cancelamento ou Redução do Escopo de Certificação

A suspensão da certificação acontece em situações onde por exemplo: o SGQ do cliente falhou persistentemente ou seriamente em atender aos requisitos de certificação, incluindo requisitos de eficácia; o cliente certificado não permite que auditorias de manutenção ou recertificação sejam realizadas; ou solicitação voluntária do cliente.
Durante a suspensão, a certificação do SGQ do cliente permanecerá temporariamente inválida.
O CCB - Certificação irá restaurar a certificação suspensa quando o motivo que levou a suspensão tiver sido resolvido, mediante apresentação das evidências de implementação das correções e ações corretivas que motivaram a suspensão (se aplicável), realização de auditoria quando necessário, e análise da documentação e decisão.
O prazo máximo de suspensão é de seis meses. A falha na resolução dos problemas que ocasionaram a suspensão, no prazo definido pelo CCB - Certificação resulta no cancelamento ou na redução do escopo da certificação.

8. Custos do Processo

Os custos para a certificação do Sistema de Gestão da Qualidade deverão ser consultados através do telefone (19) 3545-9091 ou pelo e-mail: certificacao@ccb.org.br

9. Informações

Para mais informações sobre o processo de certificação de Sistema de Gestão da Qualidade, entre em contato conosco.

Revisão: Março de 2016

Versão para Impressão